18 abril 2010

Dos versos

Tanto tempo em mim
ocupando dias e noites
tomando meus poros
e pede agora
que eu fale de amor;
amo com o coração
e ele não tem boca.
Então, verso.



*** para ouvir: Meu esquema - Mundo Livre S/A ***

3 comentários:

Assis Freitas disse...

E mais verso, sem saciedade. pois que amor há. abraço

Fouad Talal disse...

Shhhhhh!
Deixa as pedras falarem...

;*

Impulsiva disse...

E versos deixam no ar parte do que sentimos, dividimos para ver se diminui e parece que multiplica...

Beijos,
Kenia.