05 julho 2010

Sem nome

O seu corpo
pequeno e quente
a acolher o meu
num sonho demente...
Pesadelo?
que tanto me afaga
o peso das mãos duras
e os olhos de adaga.


*** para ouvir: Qualquer coisa - Arnaldo Antunes ***

4 comentários:

Assis Freitas disse...

adaga, olhos, corte e close


beijo

Kenia Cris disse...

Nem sonho nem pesadelo - Cortante como a realidade, Jo.

Beijoca!

marinaCavalcante disse...

Essa música é muito boa!

Ramon Alcântara disse...

Olhos de adagas.... ui, arrepiou!

Adorei!
Add!
Abz!