18 julho 2010

Musical

Você me toca
sou lá
sou menor
nota surda que lhe encanta...
e canta.
Você lambe meus ouvidos
com sua harpa desafinada,
e eu quero
o som da flauta doce que me fascina...
me domina.
Tateando às cegas
em busca da melodia perfeita
os corpos,
instrumentos do pseudo-amor
dedilham no violão de cordas,
cabelos... pelos...
Somos amantes na noite
enquanto o vento uiva
lá fora
a melodia doce do êxtase.


*** para ouvir: Constellations - Jack Johnson ***

5 comentários:

Assis Freitas disse...

a pele como partitura,

beijo

Cris Linardi disse...

Delícia...se chovesse lá fora, lá dentro um fogo brando crepidaria, mas eu realmente imaginei um jazz na vitrolinha antiga.

Bj poeta!

Cris Linardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renata Luciana disse...

Lindo!

sem limite disse...

muito legal, e só.

beijos