18 dezembro 2009

Lendas

O que sempre me angustia
vem dessa mania antiga
de só querer lhe buscar.

De querer abrir as portas
lhe contar as lendas tortas
de brumas frente ao luar.

Num sopro em teus ouvidos
Embalar tuas noites, noites
com esta canção de ninar...


** com muito orgulho, este poema tem um toque do mestre Prof. Dr. Pedro Marques.


Também estou em: Ideias Absurdas com mais um capítulo da novela "Observando Luíza" e fiz minha estreia n'Os Letreiros

3 comentários:

Alexandre Beanes disse...

vim agradecer a visita e vou sair encantado, repetindo a mesma promessa que fez lá na minha humilde página: voltarei!

parabéns!

paulo disse...

... é tanto querer. eu fico por cá a me encantar!

beijo meu

Yara Beatrice Jasmin Nin Poulain Black Mamba disse...

Tua poesia lendária abre portas, embala.

Volto.