04 junho 2010

Em construção

Poeta - original em tristeza;
a altivez talvez seja
sua anti-beleza.

Poeta - contrário à boêmia;
vê chegar no fim do dia
sua anti-alegria.

Poeta - de tão pouco respirar;
resta nesse suspiro insípido
sua anti-matéria de esperar.


*** para ouvir: Smooth operator - Sade ***

2 comentários:

Impulsiva disse...

Menina boa de letras...e de métrica, nossa!!!

Ao chegar ao fim de tão bela poesia
sinto minha anti-capacidade
de comentar!
(risos...não, gargalhada)

Beijos poeta talentosa...

Assis Freitas disse...

de tão pouco respirar e muito a aspirar,

abraço