30 novembro 2010

Olhos-espelho

O fundo dos teus olhos tem um não sei o quê,
traços de um cinza de tristeza
e íris negras como noites antigas.
Teu olhar tem tons insones
que me dão aquela sensação
de vazio frio, de pés descalços
em um amanhecer sem sol.
Teus olhos-espelhos, assim escuros
á zero graus... não sei por que,
mas são tão bons de ver!
me ver em ti, assim vidrado.
Não era um pacto, não era
nem promessa tesa.
Era febre, era adeus
e lágrimas para deixar
teu olhar mais meu.
Mais mar.


*** para ouvir: Tatuagem - Chico Buarque ***

2 comentários:

rama disse...

blog brutal!
passa pelo meu e vê se curtes :)
se houver algo que não gostes diz, conselhos são mais do que bem-vindos!
queres seguir-me? :D é que dava um jeitão! :D mesmo!
continua ;)

Assis Freitas disse...

olhos de mais mar, imagem de imensidão


beijo