25 agosto 2009

Versinho livre (ainda) sobre os olhos...

Me esqueci qual a cor do céu
só me lembro da cor dos seus olhos
mas seus olhos tem a cor do céu
daquele céu de chuva
que dá medo na gente.
Mas seus olhos tão inocentes
são reais como um dia de céu azul
tão límpido, tão puro,
que revela a cor da alma.
A alma é branca, só pode ser,
e no branco todas as cores juntas
espelham o querer em seus olhos,
o meu querer... querer você.

2 comentários:

Cris Linardi disse...

Lindíssimo, Joana! Adorei! Essa comparação da cor dos olhos com a a cor do céu, achei o máximo e dizer que esqueceu da cor do céu e só lembra da cor dos olhos da pessoa amada é uma declaração tão linda e inédita que me ficou marcada.
Parabéns, estás a escrever cada vez melhor!!!

Sandra Regina de Souza disse...

Ah.. esses (quaisquer que sejam) olhos cor de céu!! encantam! Adorei os versos que vc fez para os "seus" olhos azuis..rs..
bjo