23 setembro 2010

Leve descolorido

Se tremo quando escurece
é por que me privei da luz negra daqueles olhos
e da doçura daqueles lábios.
O antigo castelo em que habitava o anjo
de cabelos cor de breu foi tombado.
E nem tecer poesia me alenta...
Se arrepio quando venta forte
é por que me afastei do calor blue daqueles braços
e do toque macio daquelas mãos.
O muro sólido que guardava os sonhos
do anjo tímido foi derrubado.
E nem sonhar companhia me tenta.


*** para ouvir: La nuova gioventú - Legião Urbana ***


*** hoje é meu dia no Manufatura. Decifra-me.

2 comentários:

Assis Freitas disse...

uma balada de pura sinceridade,


beijo

Fred Caju disse...

Gostei demasiadamente, Joana. Vou voltar aqui sempre.